Concebra reduz 50% a quantidade de acidentes com produtos perigosos


Diariamente milhares de veículos circulam pelas rodovias brasileiras e entre esses veículos uma categoria passa quase despercebida por muitos usuários e demanda atenção, são os veículos que transportam cargas de produtos perigosos. Ainda que o nome traga estranhamento, muitos produtos perigosos estão presentes no dia a dia dos brasileiros, como: produtos de limpeza, tintas, cosméticos, combustíveis e carvão, mas enquadram-se também nessa categoria, os ácidos, explosivos e produtos radioativos.
Segundo a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), é considerado produto perigoso aquele que representa risco à saúde das pessoas, ao meio ambiente ou à segurança pública, seja ele encontrado na natureza ou produzido pelo homem. Os acidentes envolvendo produtos perigosos podem causar grandes transtornos, logo, demandam ações rápidas e especificas para garantir a segurança de todos.
Todo produto perigoso está associado a um número de série determinado pela Organização das Nações Unidas, o número ONU, que o identifica internacionalmente. O transporte rodoviário, por via pública, de produtos que sejam perigosos, é submetido às regras e procedimentos estabelecidos pela ANTT, que exige a sinalização do veículo por meio de rótulos de risco e painéis de segurança com o número ONU, objetivando a identificação da carga de forma simples e direta.
A Triunfo Concebra, de janeiro a dezembro de 2018, registrou 16 acidentes de trânsito envolvendo veículos que transportavam substâncias perigosas nas rodovias administradas pela concessão. No mesmo período de 2017, foram 32 ocorrências, uma redução de 50% de 2017 para 2018. Entre os produtos perigosos mais recorrentes estão o etanol, diesel, gás liquefeito e gasolina. Em 2017, 9 acidentes envolveram transporte de carga de Etanol, já em 2018 apenas 5 veículos que transportavam Etanol se envolveram em acidentes.
Diante de situações envolvendo cargas perigosas, a instrução é manter distância do acidente e produto e informar o quanto antes os órgãos competentes para tomar as devidas precauções. A Polícia Rodoviária (Telefone: 191 e 198), Corpo de Bombeiro (Telefone: 193) e as Concessionárias que administram as rodovias devem ser comunicados para que os riscos e danos sejam minimizados ou mesmo neutralizados.
A Triunfo Concebra periodicamente aplica treinamentos de avaliação de cenário e Simulado de Atendimento Emergencial aos seus colaboradores, e segue o Plano de Atendimento Emergencial preestabelecido, que auxilia os profissionais da Concebra na tomada das ações cabíveis.
O transporte de cargas perigosas é uma atividade que exige muita atenção e cautela, conhecimento dos riscos e ações rápidas da forma correta, o que pode salvar vidas, evitar danos ambientais e manter a segurança do usuário e colaboradores.




Fonte: Comunicação - 15/04/2019 às 08:53

Visualizar feed RSS das noticias